Skip to content

Moto Contínuo

28/10/2009

Uma folha se desprende…

                              …Suave baila pelo ar…

…Descreve giros vadios…

                         …N’algum canto há de parar…

…Eis que pousa sobre o rio,

                        Junto às águas se estende.

Se o Universo está mudado

                                         Também eu não sou o mesmo…

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: