Skip to content

Penso, logo insisto

Numa época de tanta mediocridade, violência, neo colonialismos,neo macarthismos, neo nada de novo sobre a terra… países invandindo países para usurpar riquezas naturais empunhando bandeiras cínicas de bem-estar da humanidade, partidos de esquerda no poder rasgando a carteira de identidade em praça pública,  só resta nos refugiar nos prados míticos da poesia, e a internet, vitrine e privada do mundo pode ser o veículo para essa pequena anarquia de flores…bem vindo ao meu site, que é seu, nosso e deles que ainda acreditam. Meu nome? É Adilson, mas isso nem importa tanto, pode entrar que a casa é sua, quando sair, não esqueça de por os sapatos de volta que os vidros no asfalto estão cada vez mais cortantes.

One Comment leave one →
  1. 23/02/2013 8:26 AM

    Olá! Gostei dos poemas!
    Tenho divulgado alguns poemas de diversos autores neste site. Talvez vocês gostem de visitá-lo!
    http://poesiadivina.wordpress.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: